Pular para o conteúdo principal

Postagens

Destaques

O som do rugido da onça - Micheliny Verunschk

O som do rugido da onça (2021) é um romance baseado na história de duas crianças indígenas raptadas do Brasil pelos cientistas alemães Spix e Martius. No livro, as crianças são chamadas de Iñe-e e Juri. Junto a outras crianças de diferentes povos e a espécies animais e vegetais, elas são transportadas até a Alemanha para serem exibidas como peças exóticas na corte.  “Quando Iñe-e morreu ela estava com doze anos de idade. Então, essa é a voz da menina morta. E se alguém perceber nela um acento rascante, e acaso a confundir com uma voz muito velha que se eleva de uma sepultura congelada, garanto que é da infância que essa voz brota, nasce e se levanta. E toda voz da infância, sabe-se, é selvagem, animal, insubordina os sentidos.”  Foto: autoria própria. A narrativa em terceira pessoa dá voz às crianças, em especial a Iñe-e, mas também aos rios, às onças, e a uma mulher do século XXI, com uma história como a de muitos brasileiros descendentes de antepassados indígenas cuja h

Últimas postagens

A vida não é útil - Ailton Krenak

Germinal - Émile Zola

História da menina perdida - Elena Ferrante

História de quem foge e de quem fica - Elena Ferrante